Next Year

Se eu fosse contabilizar, provavelmente descobriria que passo ao menos 1/5 da minha vida evitando pensar nas pessoas que, por algum motivo ou outro, saíram da minha vida.

No final do ano essa proporção sempre aumenta, talvez porque seja o fim do ano e eu tenha memórias mais marcantes em dezembro.

Nessa semana, estava no ônibus e olhei para a direita. E percebi que passo do seu lado há um ano, pelo menos 5 vezes por semana. Não sei como demorei tanto a me tocar que aquela rua era a sua. Ou como durante três meses eu nunca tinha parado naquele ponto. Ou como em três meses eu nunca tinha parado naquele ponto e não havia nenhum ônibus no caminho, entre a minha janela e você.

Mas enfim, eu vi. E admiti para mim mesma que lembrei de você. Então pronto, é isso. fique sabendo.

– Conte mais.

E o seu bairro é uma merda. Todos os dias que passo lá, xingo todas as pessoas que dirigem ali. Xingo todos os pedestres folgados que praticamente pisam em cima de mim naquela travessa. Todos os taxistas que resolvem manobrar e acabam trancando a rua. Xingo todos os executivos que se acham maneiros saindo do trabalho nos seus Audis ou C3.

Mas, especialmente, eu xingo a sua rua. E, no fundo, não é porque o trânsito lá é desgraçado. É porque ela é sua, e só sua.

Anúncios

2 comentários em “Next Year

  1. Pois é e faz uns 6 meses que to passando duas vezes por dia em frente a uma rua tão cheia de lembranças como essa daí! Gostei do texto (:
    Beijoca.

So what?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s