Noite na Taverna

Ao escrever em 1852 sua única peça, Macário, o poeta romântico Álvares de Azevedo não deu grande contribuição ao então nascente teatro brasileiro. Como bom poeta, Azevedo preocupou-se mais com a exposição de suas idéias do que com a construção de uma dramaturgia que veiculasse seu pensamento através da ação” – Camila agradece.

Essa falta de preocupação com a dramaturgia fez com que Álvares de Azevedo tomasse a iniciativa de me dar o melhor dos seus talentos (se é possível que ele ainda possuísse outro, com um tão cuidadoso e próprio já): sua escrita. Noite na Taverna vem à cena com personagens cuidadosos, todos eles, mas Claudius Hermann, Johann e Bertram são os vilões, se assim posso chamá-los, mais charmosos que eu já conheci. Hermann estabelece com Eleonora e seu ego, um respeitado trio de horrorshow, bem Laranja Mecânica mesmo (parece que não tem relação nenhuma as duas literaturas, e eu estou viajando mas como estou lendo elas no momento para mim elas estão íntimas entre elas mesmas). E Johann! Johann faz o que pode para expor os seus delírios com clareza, e também no fim, sua confusão. E se é para admirar, Bertram com seu espírito diabólico, ainda que a linguagem do século 19 colabore para deixar tudo ainda mais confuso, consegue expelir aos montes o seu brinde à morte.

Vale pela beleza indescritível.

*no ouvido #1: Klaxons – It’s Not Over Yet

On loop for days.

Anúncios

3 comentários em “Noite na Taverna

  1. Eu assisti uma montagem de Macário uma vez, mas não conheço muito mais das obras do autor. Valeu a dica.

  2. Eu nunca consegui ver a peça, sempre tem só no Rio. Quando tinha aqui em São Paulo eu era nova demais para me interessar.

So what?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s