Rolling in the deep

 

“Eu sou um desses que busca. Existem, creio eu, milhões de nós. Nós não somos infelizes, mas também não estamos muito contentes. Continuamos a explorar a vida, na esperança de descobrir o seu mais mágico segredo. Continuamos a explorar a nós mesmos, na esperança de entender. Nós gostamos de caminhar pela praia, somos atraídos pelo oceano, tomados por seu poder, seu movimento incessante, o seu mistério e beleza indizíveis. Gostamos de florestas e montanhas, desertos e rios escondidos, e das cidades solitárias também. Nossa tristeza é tanto parte de nossas vidas como é o nosso riso. Compartilhar a nossa tristeza com alguém que amamos é talvez motivo para uma das maiores alegrias que conhecemos – a menos que seja para compartilhar nosso riso.

Nós, os ‘buscadores’, somos ambiciosos apenas pela própria vida, por tudo de lindo que ela pode proporcionar. Acima de tudo nós amamos e queremos ser amados. Queremos viver em um relacionamento que não vai impedir o nosso divagar, nem impeça a nossa busca, nem bloqueie-nos em muros de prisão; que nos aceite pelo pouco que temos a oferecer. Nós não queremos ter que provar a nós mesmos para o outro, ou competir por amor.

Para viajantes, sonhadores e amantes, para os homens e mulheres solitários que se atrevem a pedir da vida tudo de bom e de bonito. É para aqueles que são demasiadamente gentis para viver entre os lobos.”

– James Kanavaugh, ‘There Are Men To Gentle To Live Among Wolves’

Alegria não costuma trazer boa reflexão, música alegre não costuma ser profunda, filme feliz não ganha prêmio.

O que nos faz pensar é o triste, é a tragédia, o desconsolo. A tristeza consegue ser profunda, principalmente porque, no geral, ser feliz é exceção. É o ponto alto da parábola. O resto é só esforço pra subir e o desgaste de descer.

Contudo, a tristeza em si não precisa ser lastimável – tristeza colocada pra fora, no geral, vira obra de arte.

Anúncios

So what?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s