“Isso é porque você não acredita em porra nenhuma”

Eu queria ainda acreditar, eu sei que eu queria. Eu queria acreditar de novo.

Enquanto isso, vou deixar pistas em cafés inacabados, em mensagens não respondidas, e “risadas ordinárias”. Vou contar todas as histórias que forem premissas para olhos atentos sobre mim, e dar aquele sorriso de quem foge porque quer ficar, mais que tudo.

Ao menos estou aprendendo meus limites: até quando minha curiosidade e meus desejos ganham do meu orgulho e da minha razão? Vamos acompanhar.

 

Anúncios

So what?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s